Universidade orgulhosa dos feitos desportivos dos seus estudantes

“Foto: DB-Ana Ferreira”

“Não foi à toa que, quando me candidatei a reitor, em 2018, usei como lema “Citius, Altius, Fortius” [mais rápido, mais alto, mais forte], o lema olímpico”, afirmou ontem, Amílcar Falcão, no encerramento da 3.ª Gala do Desporto da Universidade de Coimbra.

O reitor da Universidade de Coimbra, que pratica “desporto desde muito novo” e fez “várias modalidades”, não esconde que admira os valores do desporto como “a superação, competitividade, mas também a solidariedade e saber reconhecer quando o adversário é melhor”.

No seu discurso, Amílcar Falcão fez questão de elogiar “o excelente trabalho que o Gabinete do Desporto tem vindo a desenvolver”, mas sobretudo o “orgulho no trabalho feito por todos” os desportistas e em particular os cinco que teve a participar nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos deste ano. “Não são muitas universidades que se podem orgulhar de ter tido cinco atletas a representá-las em Tóquio”, frisou.

Catarina Costa, do judo, Gabriel Lopes, da natação e Irina Rodrigues, lançadora do disco, disputaram os Jogos Olímpicos. Diogo Cancela, na natação, e Telmo Pinão, no ciclismo, foram os representantes paralímpicos. Os cinco foram homenageados, mas não só. Tal como estes, todos os campeões universitários e ainda os atletas que integram o Programa de Apoio ao Alto Rendimento da UC foram distinguidos.

Versão completa na edição impressa e digital do DIÁRIO AS BEIRAS

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.