Opinião – Um exemplo a seguir

Posted by

Confesso que sinto orgulho quando um português é notícia no mundo pelas melhores razões.
Fiquei farto, penso que todos ficamos, quando somos reconhecidos pelas malfeitorias que alguns fazem, colocando o nome, sim, o nosso nome, na lama.
Se é interessante a caminhada de Cristiano Ronaldo enquanto atleta, não o é menos, a caminhada que faz como ser humano.
Serão duas facetas numa só – desconheço outras – que o transportam para uma dimensão difícil de igualar.
As suas transferências entre clubes e a relação que tem com a família, será algo que só a ele diz respeito. E julgo que a muitos orgulhará.
Há um sem outro número de relações que soube construír, que fazem dele um cidadão de enorme carácter.
A sua última transferência para um clube inglês, aliás aquele que primeiro representou, revela uma enorme capacidade de agradecimento.
Ser grato nos dias de hoje é raro. Mas Ronaldo, quis mostrar o seu profundo respeito pelo clube, mas também pelo homem – Sir Alex Fergusson – que o acompanhou e encaminhou na sua difícil caminhada no mundo ranhoso e manhoso do futebol.
Acertou no Amigo e o Amigo acertou no futebolista!
Tenho para mim que quando Ronaldo saiu para o Real Madrid – maior clube do mundo – foi também a conselho do seu Amigo, porque a vida se faz caminhando e existem propostas irrecusáveis.
Mas na altura própria, agora, a Amizade e o Respeito falaram mais alto, e Ronaldo voltou às origens em Inglaterra. Regressará um dia às suas origens em Portugal? O tempo o dirá, mas tenho para mim que sim! Só se de todo lhe for impossível, creio eu!
O seu percurso como futebolista e, portanto, como cidadão, não é de todo comparável a uns “trogloditas” que vendem a alma ao diabo sem respeito pelas pessoas e pelas Instituições que, em tempo e a seu tempo, andaram “com eles ao colo”!
O futebol é mais visível porque giram milhares de milhões, mas nas outras actividades, sejam ela políticas ou sociais, a traição faz parte no dia a dia.
Ter uma vida limpa, mesmo quando algumas almas indefinidas quiseram conspurcar o seu nome, custa muito. Principalmente a ele que tem de gerir interesses e vaidades várias e dar a ganhar alguns milhões a quem não vale 1 cêntimo.
Mas a vida é assim. E enquanto nada mudar, assim será!
Ronaldo é um exemplo para os mais novos. Menos para algumas famílias que, à custa do sacrifício dos próprios filhos, os obrigam a fazer milhares de quilómetros, tantas e tantas vezes prejudicando os estudos e hipotecando o seu futuro.
Ter a perspectiva de viver com as percentagens dos contratos dos filhos não é coisa que se saúde. É muito, demasiado reprovável!
Os miúdos devem fazer o seu caminho sem interferência nas suas decisões. Os miúdos sabem exactamente o que querem se os deixarem pensar e autoavaliar-se. É apenas necessário saber ouvi-los, percebê-los, e torná-los felizes.
As frustrações dos Pais não fazem parte da equação. Mas quando fazem, dá asneira. E existem tantos casos desses…!!!
Também por isso, Ronaldo e aqueles que o acompanharam ao longo da sua juventude e adolescência merecem o meu profundo respeito – Sporting Clube de Portugal e Manchester United – .
Nos outros, bem, nos outros, já era um Homem e soube fazer-se à vida!
Bom exemplo.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.