Nesta fábrica abandonada há um “Admirável Mundo Novo” a nascer

“DB-Pedro Ramos”

É um “Admirável Mundo Novo” que habitará, no próximo dia 9 de outubro, o espaço fabril da Sociedade de Porcelanas de Coimbra, na Arregaça.

A antiga fábrica vai servir de palco a uma exposição que reúne trabalhos de cerca de 50 artistas das mais diferentes áreas, tais como pintura, escultura, fotografia, música, vídeo e performance.

Contudo, como refere o coletivo Pescada N.º5, que organiza o evento em colaboração com a Associação Há Baixa, o objetivo é a criação de uma mostra “onde o principal objeto artístico em destaque é, precisamente, o espaço da antiga unidade fabril”.
Assim, através de um percurso “seguro, de sentido único, iluminado, traçado ao longo de 500 metros por entre os vários pavilhões fabris”, os visitantes serão convidados a percorrer a exposição, atentando nas cerca de 45 manifestações artísticas, desenvolvidas para aquele lugar ou já pré-existentes no espaço.
“Estas manifestações permitem-nos entender as diversas camadas de tempo, de uso ou história deste lugar. São essas diversas camadas, esses diferentes registos de vida contidos neste espaço, que desejamos enaltecer com esta exposição”, refere a organização.

Num texto, que serve de catálogo à exposição, Frederico Martinho escreve que “o desafio consiste em ocupar os lugares onde costumavam habitar os outros e as suas contradições”. “Assim se lança “o risco como desafio, a ruína como lugar-tempo, e essa íntima distopia como mote. Porque se sabe,aquando de outras incursões pelas fábricas abandonadas, que o tempo não parou quando elas fecharam”, acrescenta.

“Admirável Mundo Novo” tem início marcado para as 15H00 e prolonga-se até às 23H00.

Leia a notícia completa na edição de hoje do DIÁRIO AS BEIRAS

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.