Pandemia gerou efeitos negativos nas avaliações na Universidade de Coimbra

Foto: Caio Guatelli

Em agosto do ano passado, devido à pandemia, a Universidade de Coimbra (UC) passou a disponibilizar aos estudantes um plano de regularização de dívida de propina. Entre as alterações introduzidas, passou a ser possível aos estudante pagar as dívidas de propina de forma faseada. Além disso, o aluno que se encontre em situação de carência económica comprovada, terá uma moratória de 9 e 3 meses para iniciar o pagamento.
Ora, de acordo com o relatório da Provedoria do Estudante da UC relativo ao ano de 2020, esta medida “pode não ser suficiente para resolver um problema que corre o risco de se agravar nos próximos tempos.”

|Leia a notícia na íntegra na edição de hoje do Diário As Beiras

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.