“Neste mais de um ano de combate à covid-19 não olhámos a meios para garantir que ninguém fica para trás”

Posted by

FOTO ARQUIVO DB/PEDRO RAMOS

Como é que a cidade e o concelho têm respondido à pandemia covid-19?

Com confiança, com todos os cuidados, mas sem medo. Com confiança na ciência, na medicina e no Sistema Nacional de Saúde, que tem tido uma resposta absolutamente assinalável: quero, por isso, expressar o meu reconhecimento aos milhares de profissionais de saúde que têm estado diariamente na linha da frente nos hospitais, nos centros de saúde, nos centros de vacinação. Esse reconhecimento é extensível aos trabalhadores municipais, que também têm estado na primeira linha do combate à pandemia, quer no plano sanitário e de proteção da população ao contágio, quer na resposta aos seus efeitos sociais e económicos. De facto, estes têm sido tempos de afirmação do Poder Local democrático enquanto primeiro agente do Estado Social em Portugal, sobretudo em alturas de crise. É o mais próximo, o mais célere, o que melhor conhece o território e o mais eficaz na ação.

Até ao momento, quanto é que custou aos cofres municipais o apoio às famílias e às empresas na pandemia?

A Câmara Municipal de Coimbra destinou 60% dos custos municipais para funções sociais no último ano. O valor total, entre aumento de despesas e perdas de receita do universo municipal, já ascende a seis milhões de euros. É um impacto muito significativo, mas que a Câmara consegue suportar devido à gestão rigorosa que fazemos das finanças municipais nos últimos anos.

Versão completa na edição impressa e digital do DIÁRIO AS BEIRAS

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.