Diretor da FLUC pede urgência no recrutamento de funcionários

DB-Pedro Ramos

O novo diretor da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (FLUC) alertou ontem para a necessidade de rejuvenescer o corpo de funcionários não docentes que, por virtude das muitas reformas, está já “abaixo do patamar mínimo” de funcionamento adequado de serviços, setores e departamentos da faculdade.
“Precisamos, com urgência, de iniciar o processo estruturado de recrutamento sob pena de não ser possível assegurar o muito que há para fazer uma faculdade com cerca de 4000 estudantes. Este é um desígnio fundamental”, afirmou Albano Figueiredo, que ontem tomou posse como diretor da FLUC, sucedendo no cargo a Rui Gama.

|Leia a notícia na íntegra na edição de hoje do Diário As Beiras

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.