Covid-19: Vinte mortes e mais 3.396 infeções nas últimas 24 horas

Posted by

Portugal registou, nas últimas 24 horas, 3.396 novos casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2, e 20 mortes atribuídas à covid-19, número mais elevado de óbitos desde 10 de março, segundo a Direção-Geral da Saúde.

Os 20 óbitos registados nas últimas 24 horas ocorreram maioritariamente nas regiões de Lisboa e Vale do Tejo (10) e do Norte (7), tendo ainda no Centro, Alentejo e Algarve se verificado uma morte em cada uma destas zonas.

O número de mortos registados na sexta-feira é o mais elevado desde 10 de março, quando ocorreram 22 óbitos, sendo uma tendência crescente nos últimos dias.

Segundo o boletim da DGS, hoje estão internadas menos 20 pessoas, em relação à véspera, num total de 835, sendo o terceiro dia consecutivo em que se regista uma diminuição nas hospitalizações.

Por sua vez, o número de doentes em unidades de cuidados intensivos aumentou para 181, mais três do que na sexta-feira.

A maioria das novas infeções por SARS-CoV-2 regista-se hoje nas regiões do Norte (1.286) e Lisboa e Vale do Tejo (1.280), que concentram 75,5% dos casos registados nas últimas 24 horas.

Os casos de covid-19 nas últimas 24 horas são, sobretudo, entre as faixas etárias dos 0 aos 59, totalizando 70% das novas infeções, sendo em maior número entre os 10 e os 49 anos.

Desde o início da pandemia, já foram diagnosticadas 947.038 pessoas com o SARS-CoV-2 e morreram 17.284 pessoas.

De acordo com a autoridade de saúde, Portugal registou nas últimas 24 horas uma diminuição dos casos ativos, menos 752, o que já não acontecia há algumas semanas, totalizando agora 52.782 casos ativos.

Esta redução está relacionada com o número de recuperados da infeção, mais 4.128 pessoas, o que aumenta para 880.368 o número de recuperados desde o início da pandemia.

O número de contactos em vigilância está nos 82.924, mais 1.073 nas últimas 24 horas.

A região de Lisboa e Vale do Tejo contabiliza agora no total 371.891 casos de infeção e, a região Norte, 368.640, refere a DGS.

No Centro registaram-se 302 novos casos (128.081 no total), no Alentejo há mais 151 casos (33.025 no total), no Algarve 276 novas infeções (total de 31.251), na Madeira 70 novos casos (10.412) e, nos Açores, mais 72, para um total de 7.132.

Lisboa e Vale do Tejo é a região com mais óbitos (7.375), seguindo-se o Norte (5.401), o Centro (3.039), o Alentejo (980), o Algarve (384), a Madeira (70) e os Açores (35).

As autoridades regionais dos Açores e da Madeira divulgam diariamente os seus dados, que podem não coincidir com a informação disponibilizada no boletim da DGS.

A fatia maior de novos contágios situa-se em pessoas com idades entre os 30 e os 39 anos (859), seguindo-se a faixa 10-19 anos (527), 40 aos 49 (442), até aos 9 anos (281), 50 aos 59 (270), 60 aos 69 (191), 70 aos 79 (98) e mais de 80 anos (86).

Nas últimas 24 horas, morreram 13 pessoas com mais de 80 anos, seis entre os 70 e 79 anos e uma entre 50 e 59 anos.

Em Portugal morreram até hoje 9.069 homens e 8.215 mulheres.

As infeções afetaram 435.785 homens e 514.011 mulheres, existindo ainda 638 casos desconhecidos.

A taxa de incidência nacional de infeções pelo SARS-CoV-2 por 100 mil habitantes, nos últimos 14 dias, subiu na sexta-feira para 418,3 e a do continente atingiu 430,8.

Quanto ao Rt – que estima o número de casos secundários de infeção resultantes de uma pessoa com o vírus – está em 1,07 no continente e em 1,09, a nível nacional.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 4,1 milhões de mortos em todo o mundo, entre mais de 192,5 milhões de casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o balanço mais recente da agência France-Presse.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em países como o Reino Unido, Índia, África do Sul, Brasil e Peru.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.