10 anos da Ordenação de D. Virgílio Antunes

Posted by

DB-Pedro Ramos

Que balanço faz destes 10 anos à frente da Diocese de Coimbra?
Já são 10 anos, o tempo passa muito depressa, mas tem sido um tempo feliz e uma experiência muito grande. Foi uma surpresa pois, na altura, eu não tinha qualquer experiência de ser bispo.

Porque é que a nomeação o apanhou de surpresa?
Na altura, eu estava a meio de um mandato de cinco anos como reitor do Santuário de Fátima. Ao fim de dois anos e meio, surgiu o convite do Papa Bento 16 para ser bispo em Coimbra. Repare: os bispos são, em primeiro lugar, nomeados bispos auxiliares de uma diocese e, só após alguns anos de experiência e de autoconhecimento, é que passam para bispo diocesano. No meu caso, foi uma passagem repentina de serviço na igreja.

Tinha alguma ligação a Coimbra?

|Leia a entrevista na íntegra na edição de hoje do Diário As Beiras

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.