Covid-19: Cruz Vermelha e empresa tecnológica dão formação na área da vacinação

Posted by

A Cruz Vermelha Portuguesa (CVP), em parceria com a empresa Take The Wind e o seu simulador de pacientes Body Interact, vai avançar com um curso de formação gratuito sobre o processo de vacinação contra a covid-19 dirigido aos profissionais de saúde.

Para Leila Sales, coordenadora do Curso de Enfermagem da Escola Superior de Saúde da Cruz Vermelha Portuguesa, o curso “vai permitir que os profissionais de saúde, em ambiente simulado, valorizem os aspetos comunicacionais essências para uma adequada colheita de dados e avaliação clínica”, garantindo assim uma “tomada de decisão segura”.

“O treino de competências para a atuação nas situações de reações adversas graves, como o caso da anafilaxia, são essenciais para que os profissionais se sintam seguros e melhor preparados para intervir no caso de surgir este tipo de complicações no contexto clínico”, acrescenta a responsável.

O curso em simulador de pacientes virtuais criado pela empresa portuguesa Take The Wind (TTW) é constituído por quatro módulos, três dos quais direcionados para alguns dos diferentes tipos de vacinação aprovados e em utilização, e um quarto cenário com a apresentação de uma reação alérgica à vacinação.

“Com o foco na comunicação e na implementação das medidas de proteção individual, o utilizador é convidado a avaliar o paciente quanto à possível administração da vacina, revisão dos métodos de exclusão, esclarecimento do utente sobre as possíveis reações adversas e marcação da nova data para administração da segunda dose”, explica o comunicado.

Para o diretor executivo da TTW, Pedro Pinto, a parceria com a Cruz Vermelha permite “integrar a valiosa experiência e prática clínica em diferentes contextos de atuação de uma organização de excelência, com uma tecnologia de treino com pacientes virtuais. Desta forma, é possível replicar e escalar rapidamente o treino dos profissionais de saúde envolvidos”.

“Em resposta ao cancelamento dos estágios e da suspensão das aulas práticas dos estudantes na área da saúde, o Body Interact lançou nove casos totalmente gratuitos com pacientes virtuais suspeitos de contrair o vírus e desenvolver a doença em diferentes fases”, refere o comunicado.

Com um alcance de mais de 90 mil utilizadores em 178 países diferentes, o simulador de pacientes virtuais “permite aos atuais e futuros profissionais de saúde desenvolver o seu raciocínio clínico e treinar a tomada de decisão num ambiente seguro e interativo”.

A TTW é uma empresa portuguesa, sediada em Coimbra, especializada em tecnologia para a educação clínica, com a missão de capacitar os profissionais de saúde, “atuais e futuros, a fim de reduzir o impacto dos erros clínicos, todos os dias, em todo o mundo”.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.