Catarina Costa e Rodrigo Lopes ‘travados’ antes das decisões

Posted by

Os judocas portugueses Catarina Costa, com estatuto de cabeça de série, e Rodrigo Lopes, a precisar de pontos na qualificação olímpica, foram ‘travados’ no arranque dos Mundiais da modalidade, com estreias pouco auspiciosas.

Neste primeiro dia de competição na Arena László Papp, em Budapeste, destinado às categorias mais leves, Portugal fez-se representar por Catarina Costa e Maria Siderot nos -48 kg, e Rodrigo Lopes nos -60 kg, e todos perderam ao segundo duelo.

Catarina Costa ficou muito aquém do que era expectável, tendo em conta a posição que a judoca da Académica de Coimbra ocupa na hierarquia mundial, em que é oitava, e nuns Mundiais em que, teoricamente, apenas tinha quatro adversárias mais bem cotadas.

Tal como nos Europeus em Lisboa, em que perdeu logo na estreia, Catarina Costa não conseguiu progredir no quadro e estar nas decisões, ao ser derrotada pela argentina Keisy Perafan, 49.ª do mundo, no segundo combate.

A judoca portuguesa, que teve dois castigos ainda no período regulamentar dos quatro minutos de combate, cedeu já no ponto de ouro, por waza-ari, saindo de Budapeste com uma vitória, com a sul-africana Geronay Whitebooi (39.º) e um nono lugar, por ter ficado isenta do primeiro combate.

Para a judoca conimbricense é uma sensação ‘amarga’, sobretudo depois de já este ano ter estado na discussão de medalhas em grandes competições, com os quintos lugares nos Grand Slam de Tblissi e Telavive, e no Masters de Doha.

Na mesma categoria e quando está ‘tapada’ por Catarina no apuramento olímpico, Maria Siderot chegou a Budapeste na ótica de poder somar mais pontos no ‘ranking’, salvaguardando algum percalço da sua companheira de seleção, e poder estar também ela em zona elegível nos -48 kg.

Siderot (28.ª) teve uma prova de acordo com as expectativas, ao afastar primeiro a marroquina Aziza Chakir (35.º), mas cedendo, e apenas no prolongamento, diante da francesa Shirine Boukli, 10.ª do mundo e que na corrida aos Jogos tem à sua frente a compatriota Melanie Clement (7.ª).

Já Rodrigo Lopes chegava a Budapeste a fazer contas para o apuramento para Tóquio2020, num momento em que Portugal tem em zona de qualificação seis judocas femininas, Catarina Costa, Joana Ramos, Telma Monteiro, Bárbara Timo, Patrícia Sampaio e Rochele Nunes, e dois masculinos, Anri Egutidze e Jorge Fonseca.

Um terceiro elemento masculino permitiria a Portugal inscrever nos Jogos Olímpicos uma equipa mista, uma variante que em Tóquio será estreada.

Rodrigo Lopes (-60 kg), além de João Crisóstomo (-66 kg), chegava a Budapeste com a ambição de somar pontos, mas a derrota ao segundo combate e um 11.º lugar deixou o judoca do Benfica com mais 240 pontos, dos quais terá de ainda de descontar nas ‘contas olímpicas’ o quinto pior resultado.

Pouco para o judoca conseguir chegar à vaga continental, cujo último ocupante europeu tem mais de 300 pontos de vantagem, o eslovaco Peter Zilka (-90 kg), ou aos 18 de qualificação direta nos -60 kg, com o último a ser precisamente Moritz Plafky, com quem Rodrigo Lopes hoje perdeu.

Nos Mundiais, cuja competição individual decorre até sábado, Portugal ainda terá mais 10 judocas em competição.

Telma Monteiro, quatro vezes vice-campeã mundial, entra em ação na terça-feira nos -57 kg, e Jorge Fonseca defende na sexta-feira o título mundial dos -100 kg, conquistado em 2019, em Tóquio.

A vice-campeã mundial Bárbara Timo (-70 kg) e Rochele Nunes (+78 kg), que competem na quinta-feira e no sábado, respetivamente, também são candidatas e cabeças de série nos Mundiais, que apresentam duas categorias, masculina e feminina, a cada dia.

Na segunda-feira, será a vez da veterana Joana Ramos, quinta nos últimos Mundiais, numa categoria de -52 kg que também terá Joana Diogo, e João Crisóstomo, medalha de bronze nos Europeus de Lisboa, nos -66 kg.

Wilsa Gomes (-57kg) e João Fernando (-73 kg) competem na terça-feira, e Anri Egutidze (-81 kg) na quarta-feira.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.