Viseu Dão Lafões investe 78 mil euros em campanhas para atrair mais turistas

Posted by

FOTO DR

A Comunidade Intermunicipal (CIM) Viseu Dão Lafões lançou hoje a campanha “O verão começa aqui”, um investimento de 78 mil euros e que decorre até setembro para atrair mais turistas.

“Temos aqui um puzzle muito importante dos vários produtos turísticos do nosso território. Produtos de base intermunicipal que valem muito por si, mas valem muito mais se todos os municípios, e a CIM, tiverem a capacidade de fazer a combinação cruzada entre os vários produtos turísticos de base para construir pacotes para atrair turistas para o nosso território”, defendeu o secretário executivo da comunidade Viseu Dão Lafões.

Entre os produtos base da região, Nuno Martinho destacou a gastronomia e vinhos, onde a comunidade “tem vindo a apostar numa valorização dos produtos endógenos, sendo os mais emblemáticos o queijo da Serra da Estrela e o vinho do Dão”.

“A cultura e o património como espaços culturais que temos trabalhado no nosso território e estão associados a um outro produto que temos vindo a trabalhar, as rotas do Megalitismo, assim como a animação cultural em rede, onde já investimos dois milhões. Temos também a saúde e bem-estar com as nossas termas e o turismo de Natureza”, acrescentou.

O secretário executivo falava na apresentação aos jornalistas, no Museu do Caramulo, em Tondela, da campanha da comunidade que tem como mote “o verão começa aqui” e que tem um investimento de 78 mil euros.

A iniciativa começou hoje nas redes sociais e vai prolongar-se até ao fim de setembro a nível nacional.

“Vamos fazer uma campanha forte nos órgãos de comunicação social, em redes de multibanco, ‘outdoors’, táxis, nomeadamente na região do Porto, redes sociais e através de ‘press-trip’, com a presença de jornalistas e ‘influencers’ na região para escreverem sobre as experiências vividas”, adiantou.

Nuno Martinho assumiu que a campanha “tem objetivos muito claros: afirmar cada vez mais a notoriedade da região, o reconhecimento enquanto destino turístico e a comunicação dos principais atributos regionais do território, que tem uma grande diversidade”.

“Esta grande diversidade tem de ser uma grande oportunidade para conseguir captar públicos e turistas para o nosso território. No próximo verão, todos os caminhos vêm dar a Viseu Dão Lafões que é, claramente um destino seguro”, afirmou.

Neste sentido, disse que “as vertentes mais fortes e identitárias desta campanha são: Sabores? Aqui; Natureza? Aqui; Férias em Família? Aqui” e estes são “áreas temáticas que vivem em simultâneo”.

“A aventura também é aqui e, juntamente com os 14 municípios da região, a CIM investiu, no último ano e meio, mais de 600 mil euros na sinalização dos percursos de natureza do nosso território”, disse.

Um total de 1.500 quilómetros (km) de vias na natureza, divididos entre percursos pedestres, onde se incluem as ecopistas, (cerca de 650 km), três centros de BTT (832 km) e um centro de ‘trail running’ (100 km), enumerou Nuno Martinho que disse estar “tudo devidamente sinalizado e homologado pelas federações”.

“As subidas épicas são outro produto da nossa região. Mais uma vez a, CIM soube pegar num produto endógeno do território, as estradas de montanha, e trabalhar turisticamente isso. Temos hoje sinalizadas subidas épicas em São Pedro do Sul, Castro Daire, Tondela e Vouzela”, contou.

O presidente da CIM Viseu Dão Lafões, Rogério Mota Abrantes, defendeu que “cada município tem o seu valor, mas o seu valor visto um a um não tem grande valor, mas se se juntar o valor dos 14 municípios aí sim, com certeza, é uma região em que o turista se sente feliz e vai ficar por uns dias”.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.