Sentença de processo de tráfico de droga na prisão de Coimbra foi adiada

Posted by

FOTO ARQUIVO DB/PEDRO RAMOS

O Tribunal de Coimbra decidiu adiar a leitura da sentença marcada para hoje de três arguidos, dois dos quais reclusos, acusados de tráfico de droga dentro da prisão daquela cidade, a partir das visitas de fim de semana.

O adiamento da leitura da sentença deveu-se à falta de elementos periciais que deveriam constar do processo, referiu fonte do Tribunal de Coimbra.

No processo, o Ministério Público acusa dois reclusos, na altura no Estabelecimento Prisional de Coimbra, de 35 e 49 anos, e uma mulher de 41 anos, desempregada, que servia de ‘correio de droga’, de engendrarem um esquema de tráfico de droga para dentro da cadeia a partir das visitas aos fins de semana.

No início do julgamento, em fevereiro, o principal arguido, um recluso reincidente neste tipo de tráfico, e a mulher de 41 anos decidiram ficar em silêncio, sendo que o outro arguido negou por completo qualquer envolvimento no esquema.

Segundo a acusação a que a agência Lusa teve acesso, o tráfico terá ocorrido pelo menos entre abril e junho de 2018.

O principal arguido começou por pedir à sua companheira, entretanto falecida, que comprasse droga na zona do Porto, de onde era natural, para que depois lhe fosse entregue no decurso das visitas que esta lhe fazia na prisão de Coimbra.

A cumprir agora pena em Paços de Ferreira, o arguido terá depois proposto ao seu colega da cadeia receber uma mulher nas visitas ao fim de semana, que lhe entregaria a droga, ficando depois com uma parte do lucro do tráfico, entre maio e junho de 2018.

No início de junho, a mulher que servia de correio de droga’ acabou por ser apanhada com o produto, durante a revista pessoal, quando já se encontrava na prisão para a visita.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.