“Mondego Vivo” exige paragem dos trabalhos na zona da Portela

Posted by

O movimento “Mondego Vivo” exigiu ontem a paragem de todos os trabalhos que têm vindo a ser realizados na zona entre a Portela e o Rebolim. A mesma exigência é feita para o plano “anunciado (na passada semana) pelo município para a realização de mais intervenções a montante da Ponte da Portela. Segundo a porta-voz Carlota Houart, a autarquia tem utilizado, através de uma empresa, maquinaria pesada para a realização de mais trabalhos na zona entre a Portela e o Rebolim. Uma atividade “testemunhada por um munícipe que foi impedido de filmar o que se estava a passar”, afirmou Carlota Houart.
Relativamente à intervenção a montante da Portela, a porta-voz do movimento refere que “a zona encontra-se bem preservada, como pode observar qualquer pessoa que lá passe”. Desta forma, questionam as razões para esta intervenção, ao mesmo tempo que repudiam “qualquer intervenção semelhante à que foi realizada na zona entre o Rebolim e a Portela”.

Notícia completa na edição impressa e digital do DIÁRIO AS BEIRAS

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.