Mata um vizinho e fere outro a tiro em Meãs do Campo

Foto-Pedro Agostinho Cruz

João dos Prazeres, de 55 anos, filho de Maria Jorge, que era dona da padaria da terra, matou ontem a tiro o ex-taxista de apelido Cascão, que morava em frente. Depois, atirou sobre José Céu, outro vizinho, que tinha ido ver o que se passava. A seguir, barricou-se em casa e só se entregou duas horas depois.
A tragédia aconteceu ao fim da tarde de ontem, bem no centro de Meãs do Campo, concelho de Montemor-o-Velho.
Segundo testemunhos no local, o presumível homicida sofre de perturbações comportamentais. Solteiro, vive com a mãe numa relação conflituosa que já levou a GNR a deslocar-se várias vezes ao domicílio.
Ontem, cerca das 18H30, munido de uma espingarda, disparou à queima-roupa sobre o ex-taxista, de 80 anos, que vivia ali mesmo no largo e que, como era hábito, estava sentado no próprio carro.
Entretanto, a curiosidade de um outro vizinho quase lhe custou a vida. José do Céu, com cerca de 60 anos, assomou ao local e também foi baleado. E, enquanto o atirador fugia para dentro de casa, o presidente da junta, a filha da vítima mortal e uma enfermeira acorreram a prestar os primeiros-socorros às vítimas, sendo o ferido transportado aos HUC.
Com o presumível homicida barricado em casa, foi montado um perímetro de segurança enquanto decorriam as negociações policiais que levaram a que o agressor se entregasse, cerca das 20H30.

Pode ler a notícia na edição impressa e digital do DIÁRIO AS BEIRAS

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.