Homem de 79 anos condenado por carícias a menina de oito anos em Arganil

Posted by

Um homem de 79 anos foi ontem condenado a uma pena de dois anos e três meses de prisão, suspensa por igual período, pela prática de dois crimes de abuso sexual de criança. Os factos ocorreram em setembro de 2019 numa instituição do concelho de Arganil. Segundo a acusação, o arguido abordou a menor enquanto estava a ver televisão numa das salas do centro. Assim que se aproximou dela, e de acordo com os factos dados como provados em tribunal, “acariciou-lhe os seios e a parte genital” por cima da roupa “para satisfazer os seus desejos sexuais”.
As declarações prestadas pela vítima “para memória futura” e a forma como ela reagiu a este ato – “saiu da sala a correr para junto da mãe” – levaram a que o coletivo não tivesse dúvidas relativamente à prática destes factos. De acordo com o presidente, e devido ao facto do arguido “saber o que estava a fazer”, foi condenado a dois anos e três meses de prisão e ao pagamento de uma indemnização no valor de 2.000 euros. A sua idade, o facto de já não se encontrar a trabalhar naquele local e a ausência de antecedentes criminais levaram o coletivo a decidir pela suspensão da pena durante aquele período.

Notícia completa na edição impressa e digital do DIÁRIO AS BEIRAS

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.