Festival Cinedita em Arganil volta a promover curtas feitas em contexto académico

Posted by

O festival Cinedita, em Arganil, vai realizar a sua sexta edição de segunda-feira e até dia 21, contando com 43 curtas realizadas em contexto académico, das quais 14 serão exibidas na gala do certame.

O festival, que começou em 2016 e que não se pôde realizar em 2020 devido à pandemia, vai exibir 14 curtas, que são as finalistas do concurso, na gala do evento, no dia 21, afirmou à agência Lusa um dos elementos da organização do Cinedita, Bárbara Almeida.

Este ano, o festival registou 43 candidatos nas categorias de ficção, experimental, animação e documental, de todo o país, com curtas criadas em contexto académico, tanto no ensino secundário como no ensino superior, referiu.

“Não foi o maior número de candidaturas que já tivemos. Acho que a pandemia teve um reflexo nisso, porque as filmagens não são uma coisa isolada. Têm uma equipa, têm atores e terem estado em casa condicionou a produção das curtas. Mesmo assim, o número excedeu as nossas expectativas”, notou.

O festival, organizado pelo Agrupamento de Escolas de Arganil em colaboração com o município, vai realizar diversas oficinas que englobam alunos de todos os anos – desde o pré-escolar até ao secundário -, assim como a exibição de curtas que concorreram ao Cinedita em edições passadas e filmes presentes no Plano Nacional de Cinema, explicou Bárbara Almeida.

A gala vai decorrer às 18H00, na Antiga Cerâmica Arganilense, sendo que, devido às restrições da pandemia, apenas cerca de 50 pessoas poderão assistir presencialmente, informou, referindo que a equipa está a pensar fazer ‘streaming’ do evento.

Os vencedores em cada categoria recebem 150 euros e o prémio de melhor filme recebe 400 euros.

O festival ainda está, de momento “a dar passinhos pequeninos”, esperando no futuro poder alargar o certame a outros concelhos e escolas, frisou Bárbara Almeida.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.