Opinião: Território: inovação e desenvolvimento local

Posted by

Um território inovador surge da interligação do conhecimento gerado pelos centros de saber, centros tecnológicos e de valorização e transferência de tecnologia, etc, com as empresas e a população que beneficia de eventuais novos produtos ou processos que daí advêm, tendo como objetivo essencial a transferência de conhecimento e a criação de fatores de inovação, que de algum modo possam contribuir para a rentabilidade e sustentabilidade económica da envolvente empresarial e para a melhoria da qualidade de vida das populações que deles poderão usufruir.
Portanto, o ambiente de inovação envolve a investigação e a disseminação do conhecimento. Este conceito pode ser aproveitado pelas estruturas políticas e sócio económicas locais de modo a contemplar as dinâmicas do território, procurando dar respostas às necessidades tecnológicas das empresas e entidades aí existentes, em segmentos relevantes para a política regional, facilitando a promoção de redes que favoreçam processos de aprendizagem intensiva e interativa.
Para o seu crescimento relevam todas as iniciativas das instituições Públicas, das Universidades, Institutos Superiores e Escolas Técnicas que fomentem o aparecimento de Infraestruturas tecnológicas nas suas vertentes distintas: os Centros e Interfaces Tecnológicos, que incluem os Centros Tecnológicos, os Centros de Valorização e Transferência de Tecnologia e as Outras Infraestruturas de Valorização da I&D, englobando os Parques de Ciência e Tecnologia e as Incubadoras de Base Tecnológica.
Porém, sabe-se que muitas vezes, são necessários vários anos para que uma região se consciencialize da importância da inovação que se configura sempre como um processo de médio e longo prazo, em que, num primeiro momento, os resultados podem parecer pouco concretos. Nesse sentido, um dos pontos que merece destaque é que, mesmo com as alterações do governo local a cada quatro anos, a estratégia da inovação como motor do desenvolvimento local deve ter sempre continuidade, inclusive em momentos de crises económicas globais.
Após identificar e analisar o processo de articulação entre empresas, centros tecnológicos, universidades, poder público e outros intervenientes relevantes de Coimbra, processo iniciado desde há alguns anos, com a implementação de infra estruturas de renome internacional em diversas áreas do conhecimento, onde se destacam o IPN, o CTCV, o Itecons, o AIBILI, a UC Business, o Inopol, etc, etc, pode-se afirmar que o Município participa nesta cultura de inovação, devendo-o fazer considerando-a como um dos elementos centrais da estratégia e dinâmica de desenvolvimento local, destacando-se o crescimento do IPARQUE, onde se encontram algumas empresas de renome e instituições inovadoras já instaladas e outras em fase de implantação, de que são exemplo, a TIS, Olimpus, Sanfil, CTCV, AIRC, etc.
A autarquia deve também apoiar as recentes estratégias de investimento que estão a surgir em Coimbra, destacando-se entre outras, a da Bluepharma e da Critical Software, que contribuirão para a consolidação da já referida cultura de inovação.
Nesta lógica, o Gabinete de Apoio ao Investidor da autarquia, deve afirmar-se como o motor da disseminação desta cultura de inovação, como entidade articuladora de interesses e definição de políticas públicas, não esquecendo a necessidade de criação/reabilitação de outras áreas de instalação de empresas que pese embora não incorporem fatores tão explícitos de inovação, podem contribuir para a atração de novos investimentos para a cidade.
Ficam algumas questões relevantes para pensar o futuro, em Coimbra:
– Há visão partilhada, liderança e desejo de inovar?
– Há estruturas organizacionais adequadas?
– Há capacidade de captação de empresas?
A inovação é um campo muito vasto, e não deve ser focado em exclusivo no âmbito das áreas tecnológicas, mas também noutras igualmente importantes como o turismo, a cultura e as artes.
Acredito que Coimbra terá capacidade para continuar a dar resposta a todos estes desafios, contribuindo para o adequado desenvolvimento e valorização da sua população.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.