Covid-19: Oliveira do Bairro terminou testagem a alunos com zero casos positivos

Posted by

Arquivo

O município de Oliveira do Bairro concluiu a primeira fase da testagem a todas as crianças do pré-escolar e do 1.º ciclo com zero casos positivos de covid-19, anunciou hoje a autarquia.

A testagem no concelho de Oliveira do Bairro começou no dia 23 de março e contou numa primeira fase com 1.350 testes rápidos de saliva a todas as crianças do pré-escolar e do 1.º ciclo.

Nesta primeira fase todos os testados “revelaram resultados negativos à covid-19”, anunciou aquele município do distrito de Aveiro, em nota de imprensa.

A segunda fase de testagem, destinada ao 2.º e 3.º ciclos, acontece após a Páscoa, no âmbito da estratégia de desconfinamento anunciada pelo Governo.

Apesar de o Governo assegurar a realização dos testes rápidos de antigénio aos alunos do ensino secundário, a autarquia considera que é “importante que todas as crianças do concelho sejam testadas”.

“O desconfinamento seguro e eficaz é aquele que é acompanhado de uma testagem massiva, permitindo-nos evitar focos de contágio e quebrar cadeias de infeção, justificando plenamente este investimento de 45 mil euros em testagem na reabertura das escolas”, disse o presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, Duarte Novo, citado no comunicado.

A autarquia escolheu “apostar nos testes de saliva” por se tratar de um “processo não invasivo” para as crianças do pré-escolar ao 3.º ciclo.

Por ser uma “boa solução de testagem, a qual já se encontra registada” pela Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde (INFARMED), a câmara considerou “fundamental” testar os alunos para que “todos se sintam seguros”, lê-se na mesma nota.

“No concelho de Oliveira do Bairro não deixamos ninguém para trás e, à semelhança das crianças do pré-escolar e do 1.º ciclo, também as restantes do 2.º e 3.º ciclo serão testadas no momento em que regressarem à escola”, concluiu o autarca.

A vereadora da Educação e Saúde, Liliana Ana Águas, também citada no comunicado, indicou que “sempre que necessário” as crianças voltam a ser testadas.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.