Cantanhede requalifica o sistema dunar da Praia da Tocha

Posted by

O Município de Cantanhede anunciou hoje que vai investir na requalificação do sistema dunar da Praia da Tocha com o objetivo de “aumentar a capacidade de retenção das areias e torná-lo mais resistente à erosão provocada pelo vento e pelo mar”.

A empreitada está orçada em 266 mil euros e terá de estar concluída “no prazo dos 60 dias definidos no programa de concurso de modo que tudo esteja pronto antes do início da época balnear”, refere a presidente da Câmara, Helena Teodósio.

A praia “vai ter uma imagem renovada com melhores equipamentos para ocupação do tempo de lazer, ou seja, vai ser ainda mais atrativa”.

Para isso, a iniciativa de requalificar o sistema dunar é mais “uma das vertentes do plano de valorização da Praia da Tocha”, refere uma nota de imprensa hoje divulgada pela autarquia.

O projeto passa pela recuperação do cordão dunar da praia, erradicando espécies invasoras e substituindo-as por plantas autóctones, de modo a fixar as areias graças às raízes dessas mesmas plantas e garantindo a resistência à salinidade, às grandes amplitudes térmicas, ao excesso de luminosidade e à falta de água doce.

A iniciativa contempla a colocação de “paliçadas de regeneração dunar, principalmente a norte da Vala da Levadia, de modo a estabilizar e intensificar a retenção da areia na duna que tem vindo a sofrer um processo de erosão”, refere aquela autarquia do distrito de Coimbra.

A ação, para além da substituição de passadiços, inclui a “instalação de painéis informativos de sensibilização aos visitantes sobre a necessidade de promover a conservação da vegetação dunar e para evitarem aceder ao cordão dunar fora dos passadiços”.

Uma vez que a zona de intervenção se insere em Rede Natura 2000 e no Perímetro Florestal designado por “Dunas de Cantanhede”, a autarquia diligenciou junto das entidades tutelares para a obtenção das autorizações e pareceres favoráveis à realização dos trabalhos.

O projeto foi objeto de candidatura ao Programa Operacional da Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos do Portugal 2020 (POSEUR), ao Programa Operacional da “Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos”, no Eixo Prioritário “Proteger o ambiente e promover a eficiência dos recursos”, na Tipologia de Intervenção da “Proteção da Biodiversidade e dos Ecossistemas”.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.