Escolas e (alguma) economia reabrem já na segunda-feira

Posted by

As crianças das creches assim como os alunos do ensino pré-escolar e do 1.º ciclo regressam no próximo dia 15 às escolas, anunciou o primeiro-ministro.
O plano de desconfinamento prevê que no dia 15 se registe a “reabertura das creches, jardins-de-infância e das escolas do primeiro ciclo”, afirmou António Costa.

Comércio e cabeleireiros
O comércio local de bens não essenciais, para venda ao postigo, e as atividades de cabeleireiro e similares também reabrem segunda-feira. De acordo com o plano, reabre também o comércio automóvel.

As atividades culturais poderão ser retomadas, faseadamente, também a partir de 15 de março, dia em que podem reabrir livrarias, bibliotecas e arquivos.

Museus a 5 de abril e cinemas a 19
Depois, a 5 de abril podem reabrir museus, monumentos, palácios, galerias de arte e similares e em 19 de abril teatros, salas de espetáculos e cinemas. Também a partir de 19 de abril podem ser retomados os “eventos no exterior”. Em 3 de maio, poderão voltar os “grande eventos exteriores e interiores, sujeitos a lotação definida pela DGS”.
Quanto a missas com presença de fiéis, vão ser retomadas na segunda-feira, dia 15, sendo de evitar procissões ou visitas pascais. Por seu turno, os equipamentos sociais na área da deficiência só reabrem a 5 de abril, de acordo com o plano de desconfinamento.

Desporto vai ter reabertura faseada
A prática de todas as modalidades desportivas regressa a 3 de maio, numa data em que serão autorizados “grandes eventos exteriores com diminuição de lotação”.
Desde janeiro, apenas era permitida a atividade física e o treino de desportos individuais ao ar livre, assim como as atividades de treino e competitivas profissionais e equiparadas”.
Em 5 de abril, poderão ser praticadas as modalidades de baixo risco, assim como a atividade ao ar livre até quatro pessoas.
As modalidades de médio risco serão autorizadas a partir de 19 de abril, quando será permitida a atividade física ao ar livre até seis pessoas, a abertura de ginásios sem aulas de grupo e a realização de eventos exteriores com diminuição de lotação.
Ainda a 19 de abril está previsto o regresso das Lojas do Cidadão ao atendimento presencial, por marcação.
As feiras e os mercados de venda de produtos não-alimentares vão poder reabrir a partir de 5 de abril, por decisão municipal, à semelhança do que já aconteceu no ano passado.

Restaurantes só a 5 de abril
A reabertura da restauração, incluindo cafés e pastelarias, vai arrancar no dia 5 de abril, iniciando-se pelas esplanadas e com o limite máximo de quatro pessoas. Depois, a 19 de abril, a restauração passa a poder voltar a ter clientes no interior, com um máximo de quatro pessoas, enquanto nas esplanadas o limite aumenta para seis pessoas.
Nestas duas fases, a restauração terá de funcionar com restrições de horários, o que deixará de acontecer em 3 de maio, data a partir da qual o plano do Governo prevê que o número máximo de pessoas no interior dos restaurantes e pastelarias suba para seis e o das esplanadas para 10.

Confinamento até à Páscoa
António Costa anunciou ainda que o dever de confinamento se mantém até à Páscoa e que a circulação entre concelhos de Portugal continental vai estar proibida no fim de semana de 20 e 21 de março e no período da Páscoa, entre 26 de março e 5 de abril.

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.