Petição online quer emergência climática no município

“Por uma declaração de emergência climática no município de Coimbra” é o mote da petição, online desde sábado, que pretende que a Assembleia Municipal (AM) “decida emergência climática no município”, adiantou Miguel Dias, da ClimAção Centro, uma das quatro organizações ambientais responsáveis pela iniciativa – juntam-se Associação de Proteção e Conservação da Natureza MilVoz, a Greve Climática Estudantil e Clube de Natureza e Património de Assafarge.
Em conferência de imprensa conjunta, os grupos “não querem que esta seja um gesto simbólico”, antes acompanhe “um plano de combate municipal às alterações climáticas”.
“Conscientes de que estamos em período pré-eleitoral, escolhemos esta altura para falar do tema, que tem estado em segundo/terceiro plano”, sublinhou Miguel Dias. Na opinião do elemento da ClimAção Centro, “as alterações climáticas são a pandemia que se vai seguir e mais difícil de superar”. Por isso, sublinha, “temos de agir e precisamos de ações concretas”. Miguel Dias diz que “é preciso mitigar a pegada carbónica do concelho”, lançando depois um apelo transpartidário, para que seja possível “reunir um consenso na AM”.

 

Notícia completa na edição impressa e digital do DIÁRIO AS BEIRAS de 24/02/2021

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.