Manifestantes exigem libertação de Hasél

DB- Pedro Ramos

“Basta de abuso policial”, “Libertem Pablo Hasél”, “Liberdade de expressão” e “Não passarão” foram as palavras de ordem que se ouviram, ontem ao início da tarde.
Foram cerca de quatro dezenas os manifestantes que se juntaram na Praça da República, em Coimbra, em solidariedade com o rapper catalão condenado por “glorificação do terrorismo e insulto à Coroa e às instituições do Estado”.
David Bellido, um dos manifestantes, explicou aos jornalistas que a motivação dos protestos se prendeu com os “ataques aos direitos fundamentais de liberdade de expressão e de manifestação”.
“Todas as manifestações que foram convocadas para Espanha contra a prisão de Pablo Hasél foram consideradas ilegais. Todas as manifestações foram pacíficas e foi a polícia que levou a violência e os distúrbios às ruas. Houve 20 detidos. Uma rapariga em Barcelona perdeu um olho e houve inúmeros abusos policiais”, denunciou o estudante de Economia na Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra.

 

Notícia completa na edição impressa e digital do DIÁRIO AS BEIRAS de 23/02/2021

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.