Há 200 precários no distrito de Coimbra

DB- Pedro Ramos

O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP) fiz que cerca de 200 enfermeiros trabalham atualmente com “contratos precários” no Serviço Nacional de Saúde (SNS) no distrito de Coimbra.
Esse número inclui profissionais “com contratos a termo certo e contratos a termo incerto”, além de enfermeiros sem qualquer vínculo que prestam serviços ao SNS através dos chamados recibos verdes, disse um dirigente do SEP.
Paulo Anacleto falava no final de uma concentração de enfermeiros, à entrada dos HUC) em que foi reclamada ao Ministério da Saúde a celebração de contratos sem termo.
Com esse objetivo, uma delegação do SEP foi recebida pela enfermeira diretora do CHUC, Áurea Andrade, a quem entregaram um abaixo-assinado em que “exigem contratos sem termo, estáveis e com direitos” para os trabalhadores da enfermagem “que continuam em situação precária”.

 

Notícia completa na edição impressa e digital do DIÁRIO AS BEIRAS de 26/02/2021

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.