Covid-19: Altice perplexa com críticas de Câmara de Coimbra aos serviços de fibra ótica

Posted by

A Altice Portugal garantiu hoje que disponibiliza serviços de fibra ótica a mais de 93% da população e empresas do concelho de Coimbra, mostrando-se, por isso, perplexa com as críticas do presidente da Câmara, Manuel Machado.

Na quinta-feira, a Câmara de Coimbra anunciou que vai reclamar à Autoridade Nacional de Comunicação (Anacom) o “deficiente serviço de cobertura de internet” em algumas freguesias do concelho.

“A Altice Portugal não pode deixar de mostrar a sua perplexidade com as declarações que consideramos serem proferidas por total desconhecimento deste dossiê por parte do autarca, dado que hoje chega já com serviços de fibra ótica a mais de 93% da população e empresas deste concelho”, refere a empresa, numa nota enviada à agência Lusa.

Segundo a empresa, tudo isto só foi possível porque, nos últimos três anos, realizou “investimentos de dezenas de milhões de euros neste concelho, num claro contributo para dotar este município de redes de excelência, capacitando a região para a transformação digital que se vive, potenciando a igualdade de oportunidades e o seu desenvolvimento económico e social”.

“Em agosto de 2020, num ano marcado pela pandemia, a Altice Portugal anunciou ainda o investimento de vários milhares de euros em redes de telecomunicações de última geração em Coimbra e quatro novas estações base de rede móvel 4G, com as quais a freguesia de Ceira passará a ter uma cobertura superior a 90%, no decorrer do presente ano”, acrescenta.

A Altice sublinha que “este é um investimento totalmente autónomo, voluntário e privado” que leva a cabo, “sem qualquer apoio e intervenção do município” e “feito não por pedidos de autarcas ou outros, mas por decisão única dos acionistas da empresa”.

Neste âmbito, recebeu com “total surpresa” as “estranhas declarações sobre uma tentativa de interferência de um autarca na estratégia de uma empresa de capitais totalmente privados ou ainda da falta de reconhecimento ou mesmo agradecimento deste autarca relativo ao enorme investimento que esta empresa tem realizado no concelho a que preside”.

No que respeita a novos investimentos ou expansão e fortalecimento de infraestruturas de nova geração na região, a Altice Portugal esclarece que “esta é uma decisão que cabe única e exclusivamente à empresa, fruto dos seus legítimos planos de negócio, nos quais sempre incorpora as várias dinâmicas empresariais que observa existirem nas autarquias, mas nunca por motivação política ou qualquer tipo de ultimato”.

Na nota de imprensa enviada na quinta-feira à Lusa, era referido que Manuel Machado reuniu com o presidente da Junta de Freguesia de Ceira, Fernando Santos, “que deu conta de que a instalação da fibra ótica por parte da Altice, em agosto passado, não foi concluída e que o serviço de Internet por ADSL tem apresentado diversas limitações”.

O presidente da Câmara de Coimbra considerou “lamentável que as operadoras não garantam a cobertura de Internet adequada e com qualidade suficiente para responder às necessidades da população” e que “não é aceitável que, por esta razão, existam cidadãos prejudicados no seu trabalho ou na educação”.

No seu entender, as operadoras “não estão a cumprir a legislação e os contratos de prestação deste serviço público”.

One Comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.