Caldeira acredita que Académica pode chegar ao 7.º lugar

DB- Carlos Jorge Monteiro

A Académica regressa, no sábado, à competição, com a receção à Oliveirense. É mais um jogo complicado para os pupilos de Ivo Rego no regresso ao principal escalão do basquetebol português. Apesar das dificuldades, os estudantes acreditam numa boa reta final que garanta a manutenção.
“Não estamos no melhor lugar do mundo [a Académica é 8.ª classificada], mas o objetivo é mantermo-nos nesta divisão. Temo-nos mantido sempre em posição de playoff, o que nos dá a manutenção, mas claro que queremos subir pelo menos um lugar e penso que o conseguimos”, revelou, ao DIÁRIO AS BEIRAS, Paulo Caldeira, base de 21 anos.
Pela frente seguem-se “muitos jogos renhidos – Oliveirense, Ovarense, Imortal e V. Guimarães – e todos serão muito importantes para a nossa classificação no final da época”, diz o português, que reforçou este ano a Académica, vindo do Sampaense.

 

Notícia completa na edição impressa e digital do DIÁRIO AS BEIRAS de 23/02/2021

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.