Opinião – Um 2030 déjà vu?

Posted by

Com que concelhos se deve comparar a Figueira da Foz?

Já aqui escrevi que a comparação, na Figueira dos últimos anos, tem sempre um travo amargo de cópia provinciana, de déjà vu… são uns passadiços e um GeoParque no Cabo Mondego “como os de Arouca/do Paiva”, um Museu do Mar “como o de Ílhavo”, uma piscina de marés “como a de Matosinhos”… – tem mandado mais do que tudo o impulso, o calendário partidário e pessoal, e nunca um desígnio, uma lógica, ou a sustentabilidade.
O ato de comparar, ou seja, de confrontar, ainda que interessante e necessário, tanto na vida pessoal quanto institucional, pode ser ao mesmo tempo perverso e decisivo. Perverso quando se compara algo que não tem semelhanças (e diferenças) suficientes para tal, quando não se seleciona as áreas nem os temas a confrontar, ou quando não se cuidou de uma necessária e correta pesquisa e consequente análise científica. Decisivo quando é a base para a ação, normalmente tida como fulcral num contexto de evidente e urgente mudança de paradigma.
Assim, tendo em conta que defendo que o desígnio da Figueira para esta década é o de um concelho empregador e sustentável, quero ser capaz de o comparar, em 2030, com os concelhos que sejam, então, os mais empregadores e sustentáveis.
Por isso e para isso é necessária uma prática natural e constante de negociação franca e aberta, a aposta e a valorização de processos criativos, locais e equilibrados, assentes em informação correta e permanente, a definição de uma gestão assente na sustentabilidade, que tenha em conta as gerações futuras.
Almejo um concelho liberto das amarras dos pequenos, mas nefastos interesses, um concelho focado numa boa gestão dos seus recursos arquitetónicos, sociais, económicos, políticos, culturais, naturais e ambientais, um concelho orientado para a resolução eficaz e eficiente dos problemas de uma forma integrada, global e sustentável. 2030 está já aí!…

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.