Opinião – O gabinete

Posted by

Que sugestões tem para o futuro Parque Urbano?

O anúncio público, há cerca de 20 anos, feito pelo executivo camarário liderado por Santana Lopes, de um futuro novo Parque Urbano na Figueira, a ser construído na zona da Várzea, correspondia à ideia já antiga de edificar a cidade integrando dois corredores verdes (o outro é o das Abadias), mais ou menos paralelos entre si, mas também relativamente à linha de costa atlântica, correndo desde o rio Mondego até à Serra da Boa Viagem.
No entanto, a especulação imobiliária, as negociatas pato-bravias e os interesses e as ambições trituradoras do bom senso ou da lógica de um futuro sustentável tudo têm pervertido, não sendo hoje já possível atingir aquele tão estratégico objetivo.
Há poucos dias, o presidente da Câmara da Figueira, em declarações a este jornal, disse que as suas prioridades e projetos que marcarão 2021 (ser ano de ano de eleições é um mero pormenor…), têm como destaque “a discussão pública do projeto do Parque Urbano”.
Ou seja, bem-vindos à Figueira atual: sem qualquer ideia do que se pretende, não se sabendo como se vai gerir a intervenção ou a posse de terrenos que são de privados e do Estado, sem que alguém sequer tenha perguntado quanto vai custar fazer, manter e tornar este espaço uma nova centralidade, aí está mais um anúncio, mais um título, mais uma promessa, mais um exercício característico de uma forma ultrapassada de estar na política.
Não se consegue manter os espaços verdes que se herdou? Prometa-se! Não se é capaz de concluir as Abadias, e não fosse a contestação generalizada até a zona verde do Horto Municipal tinha sido assaltada? Prometa-se! Não há qualquer capacidade para gerir a desgraçada intervenção na zona da baixa da cidade? Prometa-se! A serra da Boa Viagem continua à espera? Prometa-se! Que sugestão tenho para o futuro Parque Urbano? Instalar lá o gabinete da Presidência da Câmara até que a Figueira tenha um desígnio!…

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.