Opinião – COVID-Este vírus que mudou as nossas vidas

Posted by

O vírus COVID-19 … chegou, instalou-se e mudou as nossas vidas, a maneira de pensar, agir ou simplesmente viver … Trouxe de rastos um turbilhão de sentimentos, medo, incerteza, dor, sofrimento no corpo e alma daqueles que lutam pela vida, das famílias impotentes que nada podem fazer e dos que na linha da frente, se entregam á causa, deixam as suas vidas para viver a daqueles.
Um vírus de uma cobardia atroz, que ataca pessoas causando-lhes sofrimento e sintomas, levando outros a camas dos hospitais e tantos outros á morte e não se sabe bem porquê uns quantos assintomáticos, que para bem deles, sem saberem e sem culpa distribuem o vírus por tantos outros
Um vírus, que mudou vidas e sentimentos, roubou abraços e beijos, que nos obrigou a lutar com um inimigo invisível, proibiu tudo ou quase tudo, obrigou pessoas a ficarem nas ruas ao frio, ao vento, à chuva ou sol, junto de entrada de organismos públicos e comércio, proibiu eventos, jantares e outros convívios, entrando de mansinho e fazendo estragos e favoreceu a violência doméstica e um amontoado de afazeres em agregados familiares por esse mundo fora, onde pais fazem teletrabalho e filhos tem aulas, on-line, obrigados a um modo de vida diferente ,com graves consequências na Saúde Mental de muitas pessoas.
Sendo que, quem vive em aldeias tem a vida um pouco mais facilitada, onde se pode apanhar sol em redor das casas, se respira ar puro, se pode sentir a chuva cair de mansinho.
E o nosso País à beira mar plantado, ainda tem o privilégio de ter, alguns Centros de Saúde bem perto, sempre com um médico, disponível para atender os idosos, muitas vezes já debilitados, os adultos, os jovens e as crianças, que começam a compreender que já não é possível aquele contacto doutrora onde o médico estava tão próximo e presente, muitas vezes Médico de Família que também é quase um familiar. Agora sentem que ele continua ali, presente da maneira mais possível! Que é profissional e também humano.
Resta a Esperança, que dias melhores virão e que iremos resistir embora seguramente com alteração dos nossos hábitos por longos anos
Agora o início da vacinação, traz esperança e dúvidas, no entanto, resta-nos ainda aprender a “viver” e a escapar daquele que é um vírus, que só pensaríamos e queríamos ver, em filmes de ficção

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.