Escuteiros de Condeixa de luto por morte súbita de jovem dirigente

Posted by

Uma mulher foi esta segunda-feira acometida ao que tudo indica de doença súbita, em plena rua, próximo da casa onde vivia, em Condeixa-a-Nova. Os bombeiros foram chamados mas Diana Costa, de 29 anos, já estava em paragem cardiorrespiratória. O óbito foi declarado no local, apurou o DIÁRIO AS BEIRAS.

Segundo fonte dos Bombeiros Voluntários de Condeixa, o incidente fatal ocorreu muito próximo do local onde a vítima vivia, na Urbanização Quinta de São Tomé. Os familiares receberam, mesmo, apoio psicológico do INEM. O corpo foi, entretanto, transportado para o Instituto Nacional de Medicina Legal para ser autopsiado.

A situação provocou consternação, sobretudo em Condeixa-a-Nova, onde Diana Costa trabalhava, na Farmácia Rocha, em pleno centro da vila, e onde mantinha atividade social, nomeadamente, no Agrupamento 1035 do CNE – Corpo Nacional de Escutas, em que era dirigente.

“Fica em nós a luz, a simpatia e o sorriso”, lê-se numa nota na rede social Facebook da Junta Regional de Coimbra do CNE, que decretou, ontem, luto oficial regional por um período de 7 dias, a contar do dia 4 de janeiro de 2021. “Pela oração e Energia do Escutismo associamo-nos à Família, ao Agrupamento e à comunidade de Condeixa neste momento de consternação e luto”, acrescenta a nota,

Também a Farmácia Rocha, na sua página do Facebook, lamenta o inesperado acontecimento. “A Diana era uma colega e amiga que nos deixará muitas saudades”, lê-se em nota acompanhada de uma fotografia da vítima.

Diana Costa estudou no CAIC – Colégio da Imaculada Conceição, em Cernache, e diplomou-se na Universidade de Coimbra, onde completou o Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas, na Faculdade de Farmácia.

 

 

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.