Candidatura Coimbra Região de Cultura no valor de 300 mil euros foi aprovada

FOTO DR

O projeto “Coimbra Região de Cultura 2.0 Mulheres e Lugares” foi aprovado e tem como objetivo afirmar a Região de Coimbra como “destino turístico de excelência”, foi hoje anunciado.

A Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra (CIM) viu aprovado no âmbito do Programa Operacional Regional Centro 2020.

A iniciativa inclui os 19 municípios que constituem a CIM Região de Coimbra, entidades do ensino superior, entidades tutelares na área da cultura e do turismo, associações de operadores turísticos e hoteleiros, entre outros.

Os municípios durante 18 meses vão promover iniciativas culturais, com o intuito de “dinamizar e valorizar o património cultural, partilhado geograficamente sob a temática ‘Mulheres e Lugares da Região de Coimbra’”, lê-se em nota enviada à agência Lusa.

O projeto engloba várias ações de incentivo de práticas artísticas e culturais, bem como ações de integração de populações para “promover a elaboração e a divulgação de conteúdos culturais digitais acessíveis a todas as pessoas”.

O objetivo do projeto, para além de afirmar a Região de Coimbra como “destino turístico”, é o da “promoção e valorização turística do património natural e cultural”.

“O agravamento da situação epidemiológica veio a afetar grandemente o setor da cultura e do turismo, e, por isso, o projeto poderá ser mais uma oportunidade de dinamização e relançamento das mesmas bem como de estímulo participativo dos munícipes”, refere a comunidade.

A CIM da Região de Coimbra, cuja população ronda os 400 mil habitantes, é constituída pelos municípios de Arganil, Cantanhede, Coimbra, Condeixa-a-Nova, Figueira da Foz, Góis, Lousã, Mira, Miranda do Corvo, Montemor-o-Velho, Oliveira do Hospital, Pampilhosa da Serra, Penacova, Penela, Soure, Tábua e Vila Nova de Poiares, todos no distrito de Coimbra, além de Mortágua, distrito de Viseu, e Mealhada, distrito de Aveiro.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.