Académica: Obra de arte vale três pontos

FOTO DB/PEDRO RAMOS

Os “estudantes” carimbaram, ontem, mais uma vitória na 2.ª Liga e aproximaram-se do líder Estoril. Obra de arte de Bouldini “aqueceu” um final de tarde gelado mas que valeu pela conquista dos três pontos.
A Académica, que vinha de uma vitória fora de portas, em Arouca, que a tinha isolado no 2.º posto da tabela classificativa, encontrava o Mafra, no 8.º lugar da 2.ª Liga, com 22 pontos somados em 13 partidas (menos uma do que os “estudantes”). A má forma dos visitantes – cinco jogos sem ganhar – deixava boas perspetivas para o conjunto conimbricense.
Ainda que os resultados recentes adversários sugerissem um embate favorável, Rui Borges decidiu apostar no esquema habitual, com o ataque entregue a Bouldini (melhor marcador do campeonato), Sanca e Traquina, e o meio-campo à responsabilidade de Fabinho, mais ofensivo, Guima e o pêndulo Ricardo Dias. Na defesa, Bruno Teles voltou a ser desviado para o centro do terreno, integrando uma linha de quatro que nunca facilitou no posicionamento e que assumiu a tarefa de construir os ataques.

Notícia completa nas edições impressa e digital do DIÁRIO AS BEIRAS

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.