Câmara de Soure aprova orçamento de 18 ME para 2021

Posted by

FOTO ARQUIVO DB/LUÍS CARREGÃ

A Câmara de Soure aprovou hoje a proposta de Orçamento Municipal para 2021, num valor de cerca de 18 milhões de euros, com os principais investimentos a serem realizados nas áreas do desenvolvimento económico e ambiente.

O documento, que tem um valor semelhante ao de anos transatos, foi aprovado hoje de manhã, na reunião do executivo, com cinco votos a favor do PS e dois votos contra (CDU e PSD), afirmou à agência Lusa o presidente da Câmara de Soure, Mário Jorge Nunes.

Segundo o autarca, os principais investimentos em 2021 serão realizados nas áreas do desenvolvimento económico e ambiente.

No próximo ano, a Câmara de Soure, no distrito de Coimbra, prevê investir cerca de um milhão de euros, com recurso a fundos comunitários, na criação do Centro de Inovação Social, no antigo quartel da GNR, para funcionar como uma “incubadora de empresas na área social e das tecnologias”, referiu.

A autarquia vai também investir mais de 800 mil euros no tratamento e recolha de resíduos, com a implementação de um sistema porta-a-porta e “novos mecanismos de recolha de biorresíduos”, disse.

Ainda nessa área, a Câmara de Soure vai avançar com a compra de terrenos que poderão ser usados no futuro para a criação de “potenciais praias fluviais” e melhoria de acessos ao Paul da Madriz, avançou, salientando ainda que o município pretende criar um plano para um melhor acompanhamento dos rios Arunca e Anços.

No primeiro semestre de 2021, a autarquia pretende terminar a implementação do Centro Escolar de Soure, com valência de jardim de infância, numa obra de mais de 500 mil euros.

Na rede viária, o município prevê melhorar os acessos à Zona Industrial de Soure, numa intervenção orçada em 400 mil euros, entre outras intervenções, afirmou Mário Jorge Nunes.

No setor da água e saneamento, as intervenções estão delegadas à empresa Águas do Baixo Mondego e Gândara (ABMG), que prevê investir cerca de quatro milhões de euros no concelho de Soure, nomeadamente no saneamento da zona central da freguesia de Samuel e na zona sul da freguesia de Soure e na melhoria do sistema de controlo de perdas de água.

Face à pandemia de covid-19, o município decidiu também reforçar o apoio “às IPSS [instituições particulares de solidariedade social] e à proteção civil”, salientou o presidente da Câmara de Soure.

“Mantemos a aposta na cultura, no desporto e também na promoção turística como se 2021 venha a ser, como assim o desejamos, um ano de retoma”, realçou.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.