Vacina da gripe só em dezembro

Posted by

FOTO DB/PEDRO RAMOS

A (falta de) vacina da gripe esteve ontem no centro de uma polémica que obrigou mesmo à intervenção da ministra Marta Temido. Comecemos pela carta aberta do presidente da União das Freguesias de Coimbra.

João Francisco Campos mostrou-se preocupado com a interrupção da campanha de vacinação devido à falta de vacinas em dois centros de saúde da sua área: Fernão de Magalhães e Celas.

“Até ao momento foram vacinados apenas cerca de 20 por cento dos cidadãos inscritos para a toma da vacina. Há milhares de pessoas, só nas minhas quatro freguesias, com a toma da vacina agendada e tivemos de a suspender. Esta situação é gravíssima! Está em causa a saúde das pessoas. Está em causa a vida das pessoas!”, frisou o autarca.

Perante o facto da população da freguesia ser bastante envelhecida e, como tal, pertencer ao grupo de risco, João Francisco Campos rogou a Marta Temido para que “nos faça chegar, urgentemente, as prometidas vacinas para que possamos dar continuidade à campanha de vacinação e zelar pela saúde e pelo bem maior da nossa população – a vida”.

Versão completa na edição impressa e digital do DIÁRIO AS BEIRAS

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.