Opinião – Cuidados Individuais

Posted by

Qual é o seu contributo para a mitigação da pandemia no concelho?

O nosso concelho foi um dos poucos territórios urbanos do litoral português que não foi fustigado com um elevado número de casos na primeira vaga da pandemia. Tudo correu bastante bem graças à nossa capacidade coletiva de respeitar as ordens emanadas pelo Governo da República. O período entre vagas também correu bastante bem, apesar de um verão bastante concorrido nas nossas praias o número de casos ativos manteve-se bastante estável e por isso conseguimos realizar um período estival dentro da normalidade possível.
A Segunda Vaga, bastante mais efetiva que a primeira, não deixou de incidir na Figueira da Foz com alguma veemência, com um elevado número de casos ativos e colocando o concelho com a classificação alto risco de contágio. Chega o momento de avaliar e percecionar aquilo que está a ser bem feito e onde porventura poderemos melhorar.
Acredito que a diminuição do contágio apenas tem uma solução, promover que se cumpram as normas de higiene e segurança individualmente. Cabe a cada um nós, fazer o esforço de não criar condições para que o vírus se propague pelas nossas comunidades. Porém, este esforço deve ser feito tentando manter a nossa vida quotidiana dentro da normalidade possível. Eu tenho evitado sair do concelho, os bens de consumo que adquiro faço-os no nosso concelho, além de que tenho evitado os convívios sociais fora daquilo que é o exercício das minhas funções autárquicas.
Enquanto autarca na Junta de Freguesia de Buarcos e São Julião, o executivo a que pertenço tem procurado desde a primeira hora distribuir máscaras, apoiar aqueles que passam dificuldades e procurar consciencializar para o cumprimento das regras propostas pelo Governo. Num momento desafiante, que obriga os responsáveis políticos a ser inventivos e atentos para resolver as situações que surgem diariamente.
O Concelho da Figueira da Foz atravessa um momento desafiador, é pois o momento de individualmente fazer um esforço para proteger a comunidade. Evitar ajuntamentos e promover cuidados de higiene deve ser o nosso eixo guiador nos próximos tempos.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.