Ministro da Ciência realça em Coimbra projeto que dinamiza voluntariado

Posted by

FOTO DR

O ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, realçou hoje a importância de um projeto-piloto que envolve a Universidade de Coimbra (UC) e visa articular e dinamizar ações na área do voluntariado através de uma plataforma digital.

Ao intervir no lançamento da iniciativa UC Transforma, que integra o Movimento Transforma Portugal, Manuel Heitor disse que o projeto deverá contribuir “para formar jovens mais humanistas”, numa sociedade que regista “um défice de participação” no voluntariado, e apelou ao envolvimento da comunidade académica em geral, com destaque para os estudantes do ensino superior.

Na sua opinião, a cultura “que se difunde para além da sala de aula” reforça a intervenção dos jovens nas áreas cívicas, o que o leva a acreditar que o Movimento Transforma Portugal e o projeto-piloto UC Transforma “são inspiradores”, desde logo no contexto da pandemia da covid-19.

“Vale a pena estudar e estar no ensino superior”, uma convicção que, segundo o ministro da tutela, é confirmada nas atuais circunstâncias sociais e de saúde pública.

“Este movimento é particularmente oportuno em tempo de pandemia e não só”, defendeu.

Manuel Heitor, que falava na Sala do Senado da Universidade de Coimbra, salientou a importância de “aprender a viver com o risco”, uma oportunidade que em seu entender é valorizada pelas iniciativas hoje apresentadas, na presença do reitor da instituição, Amílcar Falcão, outros parceiros e convidados.

“Este movimento é particularmente importante para aprendermos a partilhar o risco com os outros”, acrescentou.

Ao vincar que os alunos “são o principal ativo” da UC, Amílcar Falcão disse que, face à pandemia que afeta Portugal e o mundo, a instituição tem “a obrigação de evitar que os estudantes passem dificuldades” devido aos múltiplos problemas sociais e sanitários, incluindo ao nível das aulas à distância.

O reitor da mais antiga universidade portuguesa leu na ocasião uma mensagem do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, a considerar que a iniciativa Transforma Portugal é “uma ideia com potencial”.

“Trata-se de uma ideia com potencial para levar ainda mais longe a nossa democracia participativa, promovendo uma maior ligação entre a academia e a comunidade, articulando voluntários, instituições e projetos sociais”, afirma Marcelo Rebelo de Sousa.

Para o chefe de Estado, “seria difícil imaginar o que poderia ser a realidade social” de Portugal se não houvesse “o inestimável contributo do voluntariado”.

O Movimento Transforma Portugal foi criado no âmbito de uma parceria entre o Movimento Transforma Brasil, a revista Fórum Estudante e a Universidade de Coimbra.

Intervieram ainda na sessão a vice-reitora da UC para os Assuntos Académicos e Serviços de Ação Social, Cristina Albuquerque, o presidente da Fórum Estudante, Rui Marques, o presidente do Transforma Brasil, Fábio Silva, o presidente da Associação Académica de Coimbra, Daniel Azenha, e o presidente da Portugal Inovação Social, Filipe Almeida.

Também em Coimbra, Manuel Heitor participou depois numa cerimónia para assinalar a distinção do Instituto de Ciências Nucleares Aplicadas à Saúde (ICNAS) da UC como “Centro Colaborador da Agência Internacional de Energia Atómica”, tendo em conta o desenvolvimento pela instituição das novas formas de terapia protónica ou protonoterapia.

Numa nota, o gabinete do ministro do ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior salienta que este trabalho do ICNAS “reforça em Portugal a investigação científica na área do cancro, nomeadamente no que diz respeito ao desenvolvimento de formas de produção e investigação & desenvolvimento de radioisótopos e radiofármacos”.

A protonoterapia é uma terapia baseada em tecnologia com feixe de protões que permite o tratamento eficaz de múltiplas tipologias de cancro, reduzindo eventuais efeitos secundários relativamente aos tratamentos baseados em tecnologias mais convencionais.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.