Covid-19: Novo surto em lar de idosos do Fundão com 17 infetados

Posted by

Dezassete pessoas do lar de idosos Nossa Senhora do Amparo, em Aldeia de Joanes, no Fundão, tiveram resultado positivo para o novo coronavírus, disse à agência Lusa o provedor da Santa Casa da Misericórdia do Fundão.

De acordo com Jorge Gaspar, estão em causa 11 utentes e seis funcionários.

O responsável explicou que o lar em causa é uma estrutura pequena que funciona em articulação com o Lar da Misericórdia, que está localizado no Fundão e onde tinha sido detetado um surto, na semana passada.

Perante o novo surto, a instituição decidiu transferir os idosos de Aldeia de Joanes infetados para o edifício na cidade, com o objetivo centralizar os serviços e dar uma melhor resposta a todos os doentes.

No âmbito do primeiro surto foi detetado na última semana e, de acordo com os dados globais, tiveram resultado positivo para 58 pessoas (40 utentes e 18 trabalhadores).

Os idosos com resultado negativo foram instalados numa unidade hoteleira, onde permanecem.

Jorge Gaspar adiantou ainda que, entretanto, também foram realizados novos testes aos utentes e funcionários que se encontram nesse espaço, aguardando-se os resultados.

Assumindo a complexidade da situação, aquele responsável, também deixou uma mensagem de tranquilidade aos familiares dos utentes.

“Estamos a fazer tudo para conferir os cuidados de saúde e bem-estar a todos”, disse, acrescentando que, na medida do possível, a instituição está a tentar reforçar as equipas para que nada falte aos idosos.

Além destes dois casos, no concelho do Fundão, há ainda um surto no lar do Centro Paroquial de Bem-Estar Social de Valverde com 30 pessoas infetadas, designadamente 22 utentes e oito funcionários.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,2 milhões de mortos em mais de 47,5 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 2.694 pessoas dos 156.940 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.