“O Estado sozinho não conseguirá contornar os desafios que temos” diz Ana Abrunhosa

Posted by

A ministra da Coesão Territorial alertou nesta sexta-feira que o Estado “não conseguirá sozinho” ultrapassar a crise atual, apelando à união entre “empresas e outras instituições” para evitar que “corra mal”.

Em Leiria, onde entregou simbolicamente o galardão Empresa Gazela 2019 à  Lubrifuel III – escolhida por ser a que apresentou maior volume de negócios no concelho onde existe o maior número de empresas Gazela (14 entre os 112 distinguidos) – Ana Abrunhosa sublinhou a necessidade de “não esquecer o papel das empresas neste contexto de pandemia”.

“Muitas vezes dizemos que é o Estado que nos vai salvar desta crise, mas só o vai conseguir fazer de braço dado com as empresas e com as outras instituições da área social e cultural”, disse a ministra, reforçando que “o Estado sozinho não conseguirá contornar os desafios que temos”.

E avisou: “Se não formos unidos, se não formos coesos, se não trabalharmos para o mesmo fim vai correr mal. E nós não vamos deixar que corra mal”.

A ministra da Coesão Territorial defendeu que os apoios comunitários anunciados para Portugal “sejam utilizados não para voltarmos ao que tínhamos antes da covid”:

“É muito importante que este pacote de fundos que vamos ter à nossa disposição sirva para nos fortalecermos, para inovarmos, para fazermos diferente e, sobretudo, para fazermos melhor e para fazermos juntos: Estado, autarquias, as empresas, as associações empresariais, as IPSS, todos juntos”.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.