Figueira da Foz: Universidade Sénior deverá mudar de instalações em 2021

Posted by

FOTO DB/JOT’ALVES

A Universidade Sénior da Figueira da Foz (USFF) realizou ontem, no Auditório Municipal, a sessão solene de abertura do novo ano letivo. O semestre arranca com cerca de 130 alunos, distribuídos por 21 disciplinas, mas o prazo das matrículas mantém-se até ao fim do corrente mês. Entretanto, as obras de adaptação das novas instalações, numa sala do Mercado Municipal Engenheiro Silva, cedida pela Câmara da Figueira da Foz, deverão arrancar até ao final do ano.
Segundo o presidente da câmara municipal, Carlos Monteiro, adiantou ao DIÁRIO AS BEIRAS, o processo da empreitada, que tem um orçamento de 148 mil euros, encontra-se em fase de consignação. Do lado da USFF, o presidente da direção da Associação Viver em Alegria, José Manuel Rolim Redondo, a que pertence a universidade sénior, acredita que a mudança de instalações possa acontecer durante o segundo semestre letivo.
Enquanto se aguarda pelas novas instalações, o ano letivo arranca como acabou o que lhe antecedeu. Ou seja, em contexto de pandemia, obrigando à adoção de novas medidas de contenção e normas de segurança sanitária. A direção da USFF optou por um regime misto, com conteúdos letivos presenciais e ensino a distância. Pelas mesmas razões, as aulas presenciais repartem-se entre o Sítio das Artes, onde a universidade tem instalações, e o Auditório Municipal.

Notícia completa nas edições impressa e digital do DIÁRIO AS BEIRAS

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.