Râguebi: “Medo da pandemia não se sobrepõe à vontade de competir”

Depois de conhecido o sorteio da 1.ª Divisão, o RC Lousã já está de regresso aos treinos, com todas as precauções e com confiança no futuro.
Depois de vários meses sem competir, a pandemia parece não assustar os atletas, nem os pais dos mais jovens. Depois da realização dos exames médicos, no passado sábado, Ricardo Rodrigues, diretor desportivo dos beirões, explicou ao DIÁRIO AS BEIRAS que “ainda faltaram alguns atletas, por estarem de férias, mas até houve maior procura nas escolinhas”.
O clube desenhou um plano de contingência, com várias medidas, como circuitos no estádio, desinfeções, medições de temperaturas, etc. “Conseguimos passar a mensagem de que isto é uma coisa segura. Temos um staff não só técnico mas também diretivo bastante empenhado em que as coisas corram bem”, acrescenta o dirigente.
Os treinos já começaram para os seniores, sub-18 e, ontem, para os sub-16. Até final da semana, os restantes escalões regressam à atividade, sendo que “só para os seniores há treinos de contacto e para todos os outros há muitos condicionalismos”.
Certo é que, nesta altura, “depois de uma paragem muito grande, todos vieram com muita vontade e estão ansiosos pela competição”, garante Ricardo Rodrigues.
Nos seniores, o regresso à competição está marcado para o fim de semana de 10 e 11 de outubro, em casa, frente ao Braga Rugby.
É o arranque de um campeonato com moldes diferentes, adaptados à pandemia de covid-19.
“Os clubes propuseram e a direção aceitou um modelo com uma 1.ª fase de dois grupos regionais, a uma volta apenas; uma 2.ª fase com os seis melhores a discutir o apuramento de campeão, já a duas voltas, tal como os quatro restantes a discutir a manutenção; e uma terceira fase de play-off, com os quatro melhores em meias-finais e final”, conta o diretor desportivo do RC Lousã.

Notícia completa na edição impressa de hoje

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.