PSD quer tribunais superiores em Coimbra

Portugal é um país extremamente centralizado, os centros de decisão estão praticamente todos em Lisboa e os serviços concentrados em Lisboa (…) O excesso de centralização é um dos fatores do menor desenvolvimento do país em comparação com outros”, justificou Rio, em conferência de imprensa, na sede nacional do partido, em Lisboa.
De acordo com a iniciativa distribuída, o PSD pretende que as sedes destes dois tribunais passem de Lisboa para Coimbra, tal como a Entidade das Contas e Financiamentos Políticos, um processo que os sociais-democratas querem concluído até final de 2022.

 

Notícia completa na edição impressa e digital do DIÁRIO AS BEIRAS de 17/09/2020

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.