Ministra da Saúde não equaciona urgência básica no concelho de Cantanhede

Posted by

FOTO DR

As queixas e reivindicações que a presidente da Câmara Municipal de Cantanhede, Helena Teodósio, tem vindo a tornar públicas sobre “os graves constrangimentos que afetam o setor a nível concelhio” foram ontem ouvidas diretamente pela ministra da Saúde, Marta Temido, numa videoconferência marcada para esse assunto.

Na presença da presidente da Administração Regional de Saúde do Centro, Rosa Reis Marques, a autarca reiterou o pedido de “intervenção da tutela e a disponibilidade da autarquia para colaborar na implementação de soluções”.

Versão completa na edição impressa e digital do DIÁRIO AS BEIRAS

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.