Medalhas distinguem mérito de pessoas, empresas e coletividades em Arganil

DB-Pedro Ramos

Tendo a pandemia da covid-19 obrigado ao cancelamento da FICABEIRA e Feira do Mont’Alto 2020, o município de Arganil decidiu assinalar, hoje, aquele que é “o dia mais relevante para a história do concelho”, ou seja, o Dia do Município, com a realização de uma sessão solene comemorativa, que vai ter lugar no espaço exterior da Cerâmica Arganilense.

Durante a sessão, que terá início pelas 10H00, serão entregues as Medalhas do concelho. A cerimónia será presidida por Ana Abrunhosa, ministra da Coesão Territorial, que será, ela própria, uma das homenageadas: na qualidade de antiga presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), vai ser distinguida com a Medalha de Ouro do concelho, galardão que será também ser atribuído à Associação Filarmónica Progresso Pátria Nova de Coja.

Explicando que a governante será agraciada com a mais alta distinção do município, uma vez que “a seguir aos incêndios de 2017, teve um papel incontornável e decisivo para a recuperação do território no pós incêndio e foi de uma entrega e dedicação que ultrapassou em muito o que se exigia exclusivamente ao cumprimento da sua função”, Luís Paulo Costa sublinhou que constatou, “em muitas circunstâncias, que não foi somente cumprir ou exercer o papel de presidente da CCDRC, foi também um papel de muita entrega pessoal, no sentido de resolver os problemas das pessoas e dos territórios”.

Versão completa na edição impressa e digital do DIÁRIO AS BEIRAS

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.