“Foi um dia muito feliz para a Associação Académica de Coimbra”

“Foi um dia muito feliz para a Associação Académica de Coimbra (AAC). Ficamos todos felizes por ver a Académica de volta à 1.ª Divisão”, confessou Daniel Azenha, presidente da Direção-Geral (DG) da AAC ao DIÁRIO AS BEIRAS.
O dirigente estudantil diz que teve oportunidade, momentos após a conquista na Póvoa de Varzim, de falar com o presidente da Secção de Basquetebol da AAC, João Frazão, e dizer–lhe que “esta subida foi o resultado do trabalho realizado por esta direção e por toda a equipa”.
É, no entender de Daniel Azenha, uma “motivação para os miúdos que treinam na SB-AAC” e também é “importante que região Centro tenha mais equipas nas principais divisões” de cada modalidade.
De resto, o dirigente acredita que este feito é “não só motivo de orgulho para a AAC, como também para Coimbra e para a região Centro”. Por isso, Azenha conta “com o tecido empresarial da região para apoiar a Académica, as suas modalidades, e esta em particular”.
Daniel Azenha garante que “o projeto desportivo na AAC está muito bem definido e tem de ser assente nos estudantes universitários”, por isso não espera problemas com a subida. “Há muitos universitários nas equipas seniores e é um gosto ter equipa na 1.ª Divisão com universitários”, acrescentou.
A subida “exige muito cuidado, principalmente financeiro”, mas garante que “a SB-AAC vai apresentar em breve à DG-AAC o plano do próximo ano, também para perceber o que estão a pensar fazer”. “Mas confio nas capacidades dos dirigentes e quero crer que longe vão os tempos em que se endividava para ter equipas na 1.ª Divisão”, remata.

“Muito importante para
a cidade, distrito e região”
Para o presidente da Associação de Basquetebol de Coimbra (ABC), esta subida é uma oportunidade para novas dinâmicas.
“Após uma gestão medíocre durante cinco anos, a nova SB-AAC, liderada pelo eng.º João Frazão, conseguiu à entrada do seu terceiro ano de gestão, colocar uma equipa a jogar na Liga Placard”, começou por destacar, ao DIÁRIO AS BEIRAS. “É muito importante para a cidade, para o distrito e para a região a dinâmica que se pode desenvolver em conjunto com todos os outros clubes, havendo uma forte esperança que a câmara de Coimbra entenda como uma enorme valorização para a cidade e para o concelho e apoie financeiramente o basquetebol da AAC, assim como outros clubes, que estão a jogar ao mais alto nível”, acrescentou o dirigente.

Notícia completa na edição impressa de hoje

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.