Figueira da Foz: Hotelaria e restauração fazem balanço positivo

Posted by

FOTO DB/JOT’ALVES

Se não fosse a pandemia, os números seriam outros. No entanto, tendo em conta a conjuntura, em julho e agosto, a taxa de ocupação hoteleira foi considerada positiva. A restauração também faz balanço positivo. A época balnear termina este mês, que tem previsões meteorológicas animadoras, o que pode contribuir para uma boa despedida do verão.
O vice-presidente da Associação Comercial e Industrial da Figueira da Foz (ACIFF) para o setor do turismo, Jorge Simões, fez o balanço sobre a atividade das unidades hoteleiras para o DIÁRIO AS BEIRAS. “Em julho, registou-se uma taxa ocupação de 60 por cento. Em agosto, fechámos com 70 por cento. As previsões para setembro são de 40 por cento, no máximo”, contabilizou aquele responsável.
Jorge Simões destacou, por outro lado, que o cliente nacional rondou os 85 por cento, seguido pelos espanhóis, com 10 por cento. Os restantes clientes, observou, eram de outros países europeus. “Acabou por ser um verão positivo, apesar das vendas terem baixado na ordem dos 40 por cento”, concluiu.

Notícia completa nas edições impressa e digital

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.