Empresários da região de Coimbra reerguem esta noite o seu clube

Posted by

DB-Carlos Jorge Monteiro

O que espera da reunião desta noite?
Pelos sinais que me têm chegado, esta iniciativa despertou um interesse inusitado. Há pessoas proeminentes da região que, estando com o projeto, por razões profissionais, poderão não estar presentes. Para além disso, recorrendo às novas tecnologias, vamos poder contar com uma participação alargada, com contributos à distância.

O objetivo é reerguer a instituição…
O pior que nos pode acontecer é manter tudo como está. A situação de total paralisia em que se encontra o Clube de Empresários de Coimbra não “casa” com a minha maneira de ser. E a verdade é que a todos com quem tive oportunidade de contactar disse sempre o mesmo: alguma coisa se tem de fazer para reerguer a instituição.

Qual o âmbito territorial do clube?
Há que dar a palavra aos sócios e ao tecido empresarial da Região de Coimbra – que, para mim, tem de abranger o território da atual comunidade intermunicipal, ou seja, de Oliveira do Hospital à Figueira da Foz, de Mortágua a Penela.

Não receia interferências localistas ou políticas?
Eu penso que, nestes momentos de crise, agregar deve ser a palavra de ordem. Não deve haver partidos nem bairrismos sem sentido. E muito menos devem contar as simpatias ou as antipatias. É o futuro da Região de Coimbra que está em causa. Num momento-chave como este, em que se anunciam ferramentas e instrumentos para o investimento, a Região de Coimbra não se pode alhear e, portanto, o meu papel é promover o diálogo sobre uma estrutura que teve grande prestígio, mas que caiu e é nosso dever não permitir que colapse.

O objetivo, expresso na convocatória, é que saia desta reunião uma comissão de gestão…
Sim, por forma a preparar o clube para o seu ressurgimento em pleno. Para isso, é fundamental que, antes de mais, esta comissão organize o Clube do ponto de vista estrutural e que prepare um novo ato eleitoral que legitime a estratégia que saia da reunião.

Qual o papel do empresário Arnaldo Baptista?
Eu sou o presidente da assembleia geral do Clube de Empresários de Coimbra e assumirei esse papel até ao ato eleitoral. Mas quero deixar claro que não tenho qualquer pretensiosismo ou protagonismo. Sinto é que tenho a responsabilidade, mesmo a obrigação, de dar condições ao Clube para prosseguir o espírito que presidiu à sua criação.

Pode ler a entrevista completa na edição impressa e digital do DIÁRIO AS BEIRAS

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.