Opinião – Visão estratégica Portugal. Ir para além da Economia!

Posted by

1. Antes que a Visão e o Plano se transformem em realidade
No início de Junho passado, o nosso Primeiro-Ministro, falou ao País sobre o futuro de todos nós! Os portugueses são um bom e generoso povo, estão dispostos a acreditar em boas novas, quando ditas com convicção e confiança.
Chamou-lhe, com pompa e circunstância; “Visão estratégica para o Plano de recuperação económica de Portugal 2020-2030. Ouvimos com atenção intervenção tão importante. Gostamos do que ouvimos. Mas soube-nos a pouco. E como o tema está em aberto para discussão e debate entre os portugueses, é melhor fazê-lo desde logo, antes que, quer a Visão quer o Plano se transformem em realidade!

2. Visão estratégica em futuro incerto, uma oportunidade?
Ao ter por base a previsão de um futuro incerto e imprevisível, hoje mais do que nunca, a elaboração de uma Visão estratégica, seja ela qual for, é tarefa arriscada e incerta, disse Mintzberg na sua prestigiada obra “Ascensão e Queda do Planeamento estratégico”.
O futuro sempre foi difícil de prever! Mesmo em contextos estáveis (como há 20 ou 30 anos atrás), mesmo a níveis mais restritos (como o empresarial ou actividades sectoriais), mesmo para períodos mais curtos ( 4-5 anos).
Hoje em dia, com o Mundo em transformação acelerada, as dificuldades aumentaram exponencialmente, em geral. Mas neste caso concreto, de um País como Portugal, altamente dependente do exterior, cheio de problemas a todos os níveis, extremamente endividado, numa UE também ela com futuro incerto, e para um período de 10 anos (uma eternidade), a tarefa é hercúlea!
Mas deixemo-nos de lamúrias pois só acreditando podemos sair deste impasse em que estamos metidos. Afinal somos um País de navegadores “por mares nunca dantes navegados”. E se há povo que soube lidar com a incerteza da aventura, de descobrir “novos Mundos ao Mundo”, foi o povo português, num dos momentos decisivos da História da Humanidade.
E conseguiu fazê-lo quando soube combinar governação com pensamento estratégico, conhecimento com actuação prática. E por fim nesse cadinho a capacidade de envolver um povo inteiro num mesmo desígnio “ o futuro de Portugal”!
Hoje temos uma nova oportunidade no nosso caminho, que não podemos desperdiçar! Metaforicamente podemos considerar que o País é embarcação, que precisa de lideres à altura e com gente de competências múltiplas mas de uma só vontade. O futuro é mar incerto e revolto que tem que ser interpretado, descodificado e ultrapassado à custa de engenho e arte. E para isso não há povo como o português!

3. Desenvolvimento económico, cultural, humano e social
A segunda questão é de cariz diferente! A visão estratégica que o Portugal 2020-2030 necessita “como de pão para a boca” tem que ir muito para além da economia! Não se pode limitar a uma simples, embora já por si difícil, “recuperação económica”.
Uma Visão puramente económica é demasiado redutora, incompleta e indesejável ao colocar de lado uma grande parte da população portuguesa (a menos dotada e protegida).
Porque a “vida não é só dinheiro”! O essencial da vida “está muito para além do dinheiro”. Portugal, este pequeno e maravilhoso País, tem quase tudo para ser feliz! A visão estratégica que o País 2020-2030 necessita terá que ser um “ Plano de desenvolvimento económico, cultural, humano e social”.
O discurso do nosso Primeiro-Ministro é de aplaudir! Tem a virtude indesmentível de o colocar à consideração de todos os portugueses. Pode ser um bom ponto de partida, mas nunca será um bom ponto de chegada!

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.