Opinião: A Geopolítica da Semana

Posted by

26 Jul DOMINGO NOVA DÉLI As tensões entre a China e a Índia, após o conflito nos Himalaias, tendem a normalizar-se. No entanto, o primeiro-ministro indiano Modi encontra agora atritos com o Irão, onde o conflito de interesses de Teerão pode ser uma nova fonte de tensão, já que Pequim e Teerão negociam um pacto económico e de segurança. O acordo compromete a estratégia de Nova Déli de investir no porto e no projeto ferroviário na costa iraniana de Chabahar.

27 Jul SEGUNDA KIEV Forças ucranianas e rebeldes separatistas apoiados pela Rússia recomeçam um novo cessar-fogo na região ucraniana de Donbass. Esta trégua foi decidida pelo presidente russo, e o seu homólogo ucraniano, levando ao apaziguamento do conflito que se vive na região. Este conflito já fez 13.000 mortos e 2,5 milhões de deslocados. Especialistas acreditam que este cessar-fogo possa ser o passo que falta para a cumprimento do Acordo de Minsk.

28 Jul TERÇA PEMBA A província de Cabo Delgado, em Moçambique, continua a ser alvo de ataques sistemáticos da jihad Islâmica. Pelo menos 9 civis foram mortos em novos ataques dos insurgentes islâmicos. Este conflito leva as populações a fugirem das suas zonas residenciais e a procurarem segurança nas matas e povoados vizinhos. O governo do Presidente Filipe Nyuzi vê-se incapaz de dar resposta ao conflito, solicitando, apoio internacional.

29 Jul QUARTA XANGAI Aviões de guerra dos EUA aproximam-se regularmente da costa da China, enquanto permanece a tensão à volta do fecho dos consulados. Aeronaves anti-submarinos da marinha americana chegaram a sobrevoar a zona a 100 km de Xangai, no estreito de Taiwan, sendo considerada uma provocação para o governo de Xi Jinping. Estes reconhecimentos, por parte da marinha americana, tem sido os mais próximos da costa chinesa de que há memória.

30 Jul QUINTA WASHINGTON O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sugeriu, pela primeira vez o adiamento das eleições americanas, marcadas para novembro próximo. Segundo o próprio, o aumento da votação por correspondência vai provocar uma fraude generalizada. A decisão do adiamento não depende do Presidente, mas do Senado. Segundo o Partido Democrata, Trump está aterrorizado com as sondagens, muito motivadas pelo seu desempenho com a pandemia.

 

PREVISÃO  DA  SEMANA (5)
> PyongyangO líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, acredita que o seu país não voltará a ter de travar guerras. Está a olhar para o seu arsenal nuclear…
> Cabo Canaveral – O robô “Perseverance”, da NASA, está a caminho de Marte. O objetivo é descobrir sinais de vida marciana, e claro militares…
> Telavive – Os problemas da pandemia do Covid-19 na Índia levam uma embaixada de peritos de Israel aquele país. O romance indo-israelita torna-se sério…
> Bruxelas – Com o impasse nas conversações entre a EU e o Reino Unido, os negociadores comprometem-se a intensificar as reuniões…
> Ottawa – O primeiro-ministro do Canadá, Trudeau, a braços com a justiça, ganha as eleições, mas sem maioria. Como será o novo executivo…

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.