Foi lançada “a primeira pedra do futuro do IPO de Coimbra”

FOTO DB-[E] MIGUEL ALMEIDA

A construção do bloco operatório periférico no campus do IPO de Coimbra é o primeiro passo de um sonho muito maior: a ampliação e requalificação do Edifício de Cirurgia – obra que já foi adjudicada pelo valor de 27,920 milhões de euros e cujo início está previsto para o segundo trimestre de 2021.
Mas para que a obra comece a ganhar forma é necessário libertar o atual edifício de Cirurgia – onde atualmente funciona o bloco operatório – garantindo a continuidade da atividade cirúrgica. Ora, na passada segunda-feira, foi iniciada a construção do novo bloco operatório que acolherá, precisamente, parte substancial da atividade cirúrgica durante o período em que decorrerão as obras no edifício de Cirurgia.
Este novo bloco operatório periférico, que representa um investimento de cerca de 1,8 milhões de euros (1.838.308,42€) e que deve estar concluído até ao final deste ano, incluirá duas salas operatórias, entre outras áreas, sendo que o equipamento será, posteriormente, transferido para o novo edifício de Cirurgia, numa lógica de investimento antecipado.

Notícia completa nas edições impressa e digital

One Comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.