Coimbra: Casa da Criança vai ser Extensão de Saúde e Abrigo de Emergência

DB-Pedro Ramos

A última Casa da Criança, empreendida por Bissaya Barreto, em Taveiro, que tem estado ao abandono nos últimos anos, vai ser reabilitada e transformada na ansiada Extensão de Saúde e num abrigo de emergência.
Inserido num lote de terreno com 3.850 metros quadrados, o edifício composto por dois andares com uma área de 643,50 metros quadrados, construído nos anos 70, funcionava até há cerca de 12 anos como infantário. Vai ser agora adaptado para servir as valências de Unidade de Saúde Familiar, ao dispor de uma população de 5.700 utentes, e social com a instalação de um Abrigo de Emergência, para situações de calamidade ou catástrofe.
O espaço estava “miseravelmente ao abandono”, referiu Manuel Machado, ontem na apresentação pública do anteprojeto de reabilitação e alteração do edifício. “Só foi possível a câmara intervir com o processo de descentralização”, afirmou o autarca, aludindo ao facto da Câmara de Coimbra ter tomado posse do imóvel no passado dia 26 de fevereiro, ao abrigo do disposto no Decreto-Lei n.º 106/2018, de 29 de novembro, que concretiza o quadro de transferência de competências para os órgãos municipais no domínio da gestão do património imobiliário público sem utilização.

“Fazer felizes as pessoas da nossa terra”
“Estamos a assumir responsabilidades públicas. O equipamento é público e é necessária uma extensão do Centro de Saúde porque a atual funciona em instalações provisórias há demasiado tempo e que não têm condições minimamente aceitáveis”, sustentou Manuel Machado.

Pode ler a notícia completa na edição impressa e digital do DIÁRIO AS BEIRAS

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.