Coimbra aprova obras de 4,6 milhões de euros na margem esquerda do rio

FOTO DR

O município de Coimbra aprovou ontem o projeto de execução para a estabilização da margem esquerda do rio Mondego, entre a Ponte de Santa Clara e o Açude-Ponte, orçado em 4,6 milhões de euros.
A empreitada, votada por unanimidade na sessão de câmara, inclui também a requalificação das duas margens do rio na zona do Parque Verde.
“Assumi um projeto político que é casar as duas margens do rio Mondego. Até à década de 90, Coimbra viveu demasiados séculos a construir barreiras entre a cidade e o rio”, salientou o presidente da câmara, Manuel Machado, em declarações aos jornalistas.
Segundo o autarca, “foi evidente que isso não foi boa solução e o rio reagiu e provocou cheias e alagamentos”.

Notícia completa nas edições impressa e digital

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.